Esses Testemunhos são lindas graças recebidas por intercessão de Santa Rita que foram publicado no Jornal Santa Rita.
 Se você recebeu uma graça clique aqui para contar a sua

Antônia Maria Mangolin – Apucarana-PR

Vim agradecer a Santa Rita de Cássia, pela minha neta, que ficou internada mais de 1 mês no hospital. Ela estava desenganada pelos médicos. Eu pedi a intercessão de Santa Rita para que se tomasse uma decisão. No dia seguinte, de manhã, já começaram a agir de maneira diferente. E hoje, graças a Deus, ela está Sã.


Vinicius Henrique Teixeira – Maringá-PR

Minha Avó sempre vinha ao Santuário e rezava por mim e pelo meu irmão.  Eu, com 8 anos, já era usuário de drogas. Dos meus oito anos até aos 16, eu usava vários tipos de drogas, desde maconha, cocaína, e outras drogas. Minha avó foi pedindo e hoje, estou aqui dando o meu testemunho. Tive que entrar numa casa de recuperação onde fiquei 9 meses. Hoje, sou consagrado a Nossa Senhora. Fui para outra religião e hoje, eu sou católico na veia.


Vandelio Batista – Sarandi-PR

Minha Nora tomava remédio para engravidar e não conseguia. Vim aqui e pedi a intercessão de Santa Rita e depois de 90 dias, recebemos a notícia deque ela estava grávida.  Hoje vim  agradecer e trazer o Samuel.


Marlene- Pitanga-PR

Eu sou mãe adotiva de 6 filhos, e eu mesma não tive nenhum, meu marido faleceu e eu fui adotando, e um deles, hoje é Padre. Quando o adotei, disseram-me que ele não iria andar e nem falar.

Fiz uma promessa, como era de costume da minha mãe, que quando a gente tinha um bebezinho que ia ser batizado, escolhia um Santo e o entregava no dia do Batismo. Eu o entreguei a Santa Rita de Cássia e a São Francisco de Assis. Batizamo-lo e ele andou com quase dois anos.  Um dia, ele saiu andando. E hoje ele é Padre.


Ivete –  Cascavel-PR

No ano passado, dia 26 de Junho, vim aqui e eu estava grávida de 4 meses. Infelizmente eu tinha contraído um vírus durante a gestação. O diagnóstico do médico acusava que Francisco de Cassio nasceria com problemas neurológicos, e com atrofia nas pernas e poderia nascer cego. Voltei aqui, pedi a graça a Santa Rita, que revertesse esse quadro. Francisco nasceu e está em perfeito estado de saúde e não tem nada. Fiz todos os exames e ele está bem. Coloquei o nome de Francisco Cassio em homenagem a Santa Rita de Cássia, pela graça alcançada.


Neuza da Rocha – Campo Mourão-PR

Eu tinha uma ferida na perna fazia 43 anos. Com 2 meses eu fui curada, graças a intercessão de Santa Rita. Já é a terceira vez que venho. Toda vez que eu vinha, pegava agua da gruta e levava, e com dois meses fui curada.


Adir –  Imbaú-PR

Eu tive um problema na garganta, fiquei por 7 anos sofrendo.  Ia ao médico, consultava e não encontrava nada. Por último, fiz um exame com outro médico especialista, e ele me disse que eu tinha um câncer na garganta. Era preciso fazer uma cirurgia com urgência. Não acreditei pois fazia 7 anos que estava sofrendo da garganta e se fosse câncer por todo esse tempo eu já tinha morrido. O médico disse que eu tinha que fazer a cirurgia depressa.  Mas antes disso eu fui em uma Romaria para Aparecida do Norte, e na Viagem eu passei na Canção Nova, e o Padre Leo que estava celebrando a missa proclamou que um pai de família, que estava sofrendo da garganta iria receber a cura. Eu já estava num estado crítico, não conseguia mais me alimentar, nem falar.  Em casa, durante um sonho, Nossa Senhora me visitou e disse que iria fazer uma cirurgia na minha garganta e que eu seria curado. Alguns dias depois, fui procurar outro especialista em Curitiba, e quando cheguei lá, o médico me examinou e disse que eu não tinha nada.


Ana Claudia – Lunardelli-PR

O Primeiro testemunho é que, há dois anos eu precisei fazer uma cirurgia para retirar 3 nódulos do pescoço. Pedi muito a Deus e a Santa Rita de Cássia, porém que a vontade de Deus fosse feita, independente do resultado. Mas eu confiava profundamente na misericórdia do Senhor, que alcançaria a cura. E assim foi. A biopsia, acusou que era tuberculose. Fiz 6 meses de tratamento e graças a Deus fiquei curada. O segundo testemunho foi com o meu filho aos  5 meses de gravidez. No ultrassom deu que tinha uma alteração no cérebro e que poderia ter hidrocefalia. Pedi muito a Deus e a Santa Rita de Cássia, que o curasse, que mudasse esse resultado. Graças a Deus, com 7 meses, repeti o ultrassom e ele estava bem e não tinha mais nada. Graças a Deus e a Santa Rita.


Lucimara de Assis Alencar  –  Califórnia-PR

Minha avó estava em estado grave, com a culpa biliar infeccionada e precisava de cirurgia urgente. Mas como ela já estava com 88 anos, não queríamos que fizesse a cirurgia.  Mas os médicos disseram que tinha que fazer se não ela não aguentaria do mesmo jeito. E se ela fizesse, também poderia não aguentar. Decidimos então, que ela não iria fazer a cirurgia. Ela foi para casa. Pedi a Santa Rita que tirasse toda a infeção da vesícula e iluminasse que ela iria sarar sem fazer a cirurgia. Graças a Santa Rita de Cássia, ela ficou bem e hoje estou aqui compartilhando com vocês, essa bênção recebida…  E peço que Santa Rita de Cássia continue derramando bênçãos em todos da minha família … Amém … Viva Santa Rita de Cássia!


Cláudia Fernanda Wiatek Marçal – Jandaia do sul-PR

Eu estava grávida de 34 semanas quando senti dores fortes na barriga. Como minha gravidez já não estava fácil, fui ao médico para saber o que fazer. Quando cheguei no hospital, ele me disse que o líquido que protegia o bebê estava muito baixo, quase nada. Fiquei com muito medo, e a partir desse momento, começou a minha luta. Ergui meus olhos para o céu e pedi para Deus, para Nossa Senhora, e Santa Rita para que me ajudassem porque sozinha, não iria conseguir. Fui transferida de Jandaia para Apucarana. Cheguei na segunda e não tinha vaga na UTI. Eu precisava ser operada com urgência, pois meu filho estava entrando em sofrimento. E as chances dele eram poucas, e a probabilidade dele ficar com sequelas era enorme. Mas minha fé me deixou tranquila.  No dia 07/02/2017, subi para o centro cirúrgico, com muita dor e sem uma gota de água na barriga. Estava com muito medo e novamente pedi a santa Rita para não me desamparasse. Para a retirar o bebê, os médicos tiveram que retalhar meu útero, pois minha placenta estava grudada. Com isso perdi muito sangue e acabei apagando. Meu bebê não chorou.  Assim que conseguiram retirá-lo o levaram direto para uma UTI neonatal. Não vi meu filho e ele na UTI. Enfim a médica da UTI me informou que ele estava com pneumonia e infecção pois engoliu sujeira do parto. Eu quase morri de tanto chorar. Mais uma vez no desespero, pedi para Deus e Santa Rita e Nossa Senhora. Ele ficou 5 dias na UTI.  Quando teve alta, foi uma alegria que só. Com a graça de Deus, Santa Rita e Nossa Senhora hoje meu anjo, meu milagre está comigo, saudável e sem nenhuma sequela, graças a Deus. Hoje ele faz 3 meses e nós fomos agradecer a Santa Rita de Cássia, pessoalmente, em Lunardelli pela graça que fez em nossas vidas.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA