Testemunhos Abril 2021

0
186

Janaina – São João do Ivaí-PR

Sérgio de Oliveira - Assis Chateaubriand - PR
Janaina – São João do Ivaí-PR

Em meados de Janeiro, eu e toda minha família fomos contaminados com o covid-19. Minha Mãe é Hipertensa e Diabética, nós ficamos com muito medo, pois ela tem muita comorbidades. Mas quem ficou em situação mais grave, foi meu pai. Por alguns dias, parecia que ele estava bem, mas depois começou a ficar muito debilitado. Levamo-lo para o hospital e naquele dia o médico disse que ele teria que ser transferido porque os pulmões estavam muito comprometidos. Levaram meu Pai para Apucarana para ser entubado, e eu fui junto com ele na ambulância, pedindo a intercessão de Santa Rita para aquele momento. Chegando lá, passei o dia todo e ao anoitecer, a médica me chamou, e disse que fizeram todos os exames do meu pai e os pulmões dele estavam comprometidos em 20%. Como estivesse terminando a quarentena dele, não precisou deixá-lo no hospital. Meu pai, quando chegou no hospital, não andava e quando saiu à noite para ir embora, saiu andando, no mesmo dia. Então, como eu havia pedido a intercessão de Santa Rita, hoje estou aqui, para dar meu testemunho.


Sérgio de Oliveira – Assis Chateaubriand – PR

Sérgio de Oliveira - Assis Chateaubriand - PR
Sérgio de Oliveira – Assis Chateaubriand – PR

Meu braço doía muito e eu trabalhava de pedreiro e não conseguia nem mais pegar uma lajota. Fui ao médico e ele disse que não tinha mais cura, pois o osso estava gasto e o nervo arrebentado. No ano passado, no carnaval, vim aqui e deixei uma imagem de nossa senhora Aparecida para colocar perto da imagem de Santa Rita, mas não deu muito certo porque a igreja estava fechada por causa da pandemia. Mesmo assim, eu deixei a imagem na secretaria. Fiz o pedido para Santa Rita e para Nossa Senhora Aparecida, que se meu braço sarasse eu voltaria aqui, para dar meu testemunho. Graças a Deus meu braço sarou e eu estou trabalhando. E eu vim ao Santuário para dar meu testemunho e agradecer a Santa Rita e a Nossa Senhora Aparecida


Antônio José – Arapongas – PR

Antônio José – Arapongas - PR
Antônio José – Arapongas – PR

Fiz uma cirurgia no final do ano passado. E quando estava na UTI, minha pressão caiu, foi para 7×3. Diante da realidade que estava acontecendo, toda a equipe médica correu para me dar choque no coração. E nessa hora, eu pedi para Nossa Senhora Aparecida e Santa Rita, e desde então estou me recuperando de maneira maravilhosa, e não tenho mais problema algum. E ali mesmo, prometi que se tudo corresse bem, viria ao Santuário Santa Rita, aqui em Lunardelli, dar meu testemunho. E graças a Deus, hoje estou cumprindo a minha promessa.


Janaina Guedes de Freitas – Videira – SC

Janaina Guedes de Freitas – Videira - SC
Janaina Guedes de Freitas – Videira – SC

Eu, Janaina, tenho 39 anos, moro em Videira – Santa Catarina. No dia 26 de julho de 2020 testei positivo para o Covid-19. Meu estado de saúde se complicou e fui entubada. Durante 19 dias, os médicos disseram que eu não tinha mais chances de me salvar por ter várias comorbidades. Minha família pedia muito para Santa Rita, um milagre, por ser a Santa das Causas Impossíveis. Então, mesmo a equipe médica não acreditando que fosse possível, no dia 22 de agosto de 2020, tive alta do hospital. E hoje estou totalmente recuperada e quero testemunhar e agradecer a Santa Rita pela sua intercessão junto a Jesus pela minha vida, permitindo-me assim, cuidar dos meus filhos.