Rumo a um “nós” cada vez maior: um “nós” para a casa comum

0
38

Migrantes venezuelanos 

 

Em vista do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado 2021, que será comemorado em 26 de setembro, prossegue a campanha do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral.

Vatican News

“A fim de garantir que a nossa Casa comum seja devidamente cuidada, devemos constituir em nós um nós cada vez maior que leve a sério as suas responsabilidades, na profunda convicção de que todo bem feito ao mundo é um bem feito às gerações presentes e futuras”. É o que diz o Papa no novo vídeo do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, que está promovendo uma campanha de comunicação centrada no tema escolhido por Francisco para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado: Rumo a um “nós cada vez maior.

No caminho até 26 de setembro, a ênfase está em viver juntos, em harmonia e paz, para construir um futuro enriquecido pela diversidade e pelas relações interculturais. O vídeo apresenta os depoimentos de três pessoas Rohingya que demonstram a importância de viver juntos, como irmãos e irmãs, cuidando da Criação. “Não podemos viver sem árvores, nossos filhos iriam sofrer”, dizem eles. Palavras de agradecimento também vão para a Caritas Bangladesh que decidiu dar a cada família presentes no campo de refugiados duas plantas para fazê-las crescer. Um gesto que melhorou a vida das pessoas que ali vivem.

O vídeo, as reflexões teológico-pastorais e o material de campanha, disponível no link, podem ser baixados, publicados, usados e compartilhados livremente.

Nos meses que vão até 26 de setembro, a Seção de Migrantes e Refugiados ficará feliz em receber testemunhos escritos ou multimídia, vídeos e fotografias de Igrejas locais e atores católicos mostrando seu compromisso comum com o cuidado pastoral com os mais vulneráveis “rumo a um nós cada vez maior”. O material pode ser enviado para [email protected]