Primeira Leitura: Is 26,7-9.12.16-19

7 O caminho do justo é reto, tu aplainas o caminho do justo. 8 Sim, nos teus julgamentos esperamos em ti, Javé. Teu Nome e memória são desejos da alma. 9 Minha alma te deseja à noite, meu espírito te busca dentro de mim. Quando teus juízos se exercem na terra, os terrestres aprendem a justiça. 12 Javé, tu nos dás a paz, visto que nossas próprias obras és tu que as fazes para nós. 16 Buscamos-te na dor, Javé: gritamos na opressão quando teu castigo nos feria. 17 Como mulher grávida ao dar à luz, retorcendo-se e gritando de dor, assim somos diante de ti, Javé: 18 concebemos e sofremos dores de parto, mas só fizemos nascer vento. Não demos à terra salvação, nem nasceram habitantes no orbe.19Teus mortos reviverão, ressuscitarão seus cadáveres: despertai e cantai, ó vós que habitais na poeira! Pois teu orvalho é orvalho de luz, e o país dará à luz de novo aos finados.

Salmo: Sl 101(102),13-21

R. O Senhor olhou a terra do alto céu.

13 Tu, Senhor, permaneces para sempre; teu nome ecoa pelas gerações.

14 Levanta-te e tem pena de Sião, já é chegado o tempo de ter pena.

15 Pois os teus servos amam suas pedras e das suas ruínas se condoem.

16 Mas as nações, Senhor, temam teu nome, todos os reis da terra, a tua glória.

17 Quando o Senhor reconstruir Sião e no seu esplendor aparecer.

18 Quando houver atendido aos degredados, já não mais desprezando as suas súplicas.

19 Escreva-se isto para os que hão de vir: pois louvará a Deus um novo povo.

20 Olha o Senhor do seu excelso templo, das alturas do céu contempla a terra,

21 para ouvir os lamentos dos cativos, para livrar da morte os condenados.

Evangelho: Mt 11,28-30

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28 Vinde a mim, vós todos que estais oprimidos de trabalhos e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.29 Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis repouso para vossas almas. 30 Porque o meu jugo é suave, e o meu peso, leve”.

Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2016 – Ano C – São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2015.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola e Editora Santuário, 2016.

Boa Nova para cada dia

“Vinde a mim , todos vós que estais cansados e fatigados sobe o peso de vossos fardos, e eu vos darei descanso”. (Mt 11,28).

A qual “fardo” refere-se Jesus?

É a leitura precedente, de Mt 11,25-27, que nos fornece a resposta.

Aí Jesus criticou os “sábios e entendidos”, os intelectuais do povo judeu, que rejeitaram a mensagem que os apóstolos e o próprio Jesus lhes levou sobre o Reino de Deus.

Como “sábios e entendidos”, tinham complicado o cumprimento da vontade de Deus, aumentando exigências inumeráveis em centenas de preceitos. Para os intelectuais era agradável entretenimento ficar discutindo sobre as minúcias da Lei de Deus e destes preceitos. Mas para o povo simples cumpri-los era um fardo.Precisamente o que Jesus verificou no meio do povo simples, os “pequeninos” (Mt 11,25).

O ensino de Jesus sobre Deus, Seu Reino, a Salvação é simples e fácil de entender. Ele mesmo se empenha em explicá-lo de modo simples, nas parábolas.

Quando nos consideramos seguidores de Jesus, entendemos como foi importante seu ensino que nos livrou daquele fardo do judaísmo.

Entramos no Reino de Deus onde o acesso a Ele é permitido sem complicações. Antes, quanto mais simples formos, como as crianças que Jesus nos mostrou como modelo, melhor entraremos nos mistérios do coração de Deus.

Que atitude devemos ter perante o descanso que Jesus nos garante em nossa vivência religiosa? É a de gratidão, de felicidade, de esperança de um dia, finalmente, viver com Ele no céu onde Deus reina.

Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA