Papa abençoa grupo de argentinos que reza o Terço por vítimas da pandemia

0
57

“Parece-me um gesto de imenso amor de sua parte ter nos dedicado este tempo tão rapidamente, diante de tudo o que tem que fazer, para cuidar desta porção da Igreja, em Buenos Aires. Um belo gesto neste tempo em que se fala tanto do Papa. Isto mostra que ele se faz próximo dos argentinos, reza por nós, nos acompanha”, diz Rodrigo Fernández, do movimento Entretiempo, a comunidade que coordena esta iniciativa de oração mariana. Participam da iniciativa pessoas que antes estavam longe da vida de fé

Vatican News

O Papa Francisco escreveu e enviou sua bênção a um grupo de argentinos que se reúne virtualmente todos os dias desde 3 de junho para rezar o Terço pelos enfermos de Covid-19.

O e-mail ao Pontífice e a solícita e imediata resposta

“Anteontem ao meio-dia, escrevi-lhe um e-mail contando-lhe esta experiência e ontem, em menos de 24 horas, o Papa me respondeu”, disse Rodrigo Fernández Madero, do movimento Entretiempo, a comunidade que coordena esta iniciativa de oração mariana, à agência de notícias Aica.

“Caríssimo irmão – escreve o Papa -, obrigado pela mensagem de e-mail. E muito obrigado pela recitação do Terço. A você e a todos os amigos do Entretiempo, envio cordiais saudações e minha bênção. Continuem assim!”

Um gesto de imenso amor por parte do Santo Padre

Fernández Madero comentou: “Parece-me um gesto de imenso amor de sua parte ter nos dedicado este tempo tão rapidamente, diante de tudo o que tem que fazer, para cuidar desta porção da Igreja, em Buenos Aires. Um belo gesto neste tempo em que se fala tanto do Papa. Isto mostra que ele se faz próximo dos argentinos, reza por nós, nos acompanha”.

Fernández Madero assegurou que a mensagem papal foi “muito reconfortante espiritualmente, porque quarta-feira foi um dia triste”, devido à morte de Javier Galli, uma das pessoas próximas pelas quais o grupo havia rezado, e comentou que a esposa, que também participa desses momentos de oração mariana, sentiu-se “muito emocionada” por ter a bênção de Francisco em um momento de tristeza.

Oração do Terço com mais de 250 pessoas conectadas

Fernández Madero explicou que a oração virtual diária do Terço começou “espontaneamente” em 3 de junho por causa de dois amigos de Entretiempo que foram hospitalizados com complicações devido ao coronavírus.

“A partir daquele dia, todas as noites, às 22 horas, nos conectamos via Zoom para rezar os mistérios do Terço. No início éramos cerca de 100, e agora há dias em que temos mais de 250 conexões”, enfatizou o membro do movimento. E não faltam pessoas que antes “estavam longe da vida de fé”.

(com Sir)