No final da Oração Regina Coeli, ontem 1º. de maio, o Papa Francisco condenou severamente todo tipo de abusos contra os menores e afirmou que os abusadores devem ser castigados severamente.

Desde a janela do apartamento apostólico, o Pontífice saudou associação italiana “Meter“ a qual há muitos anos luta contra todas as formas de abusos de menores”. “Esta é uma tragédia: não devemos tolerar abusos de menores, temos de defender os menores e devemos punir severamente os abusadores! Obrigado pelo vosso compromisso e continuem com coragem”, expressou o Pontífice.

A Associação “Meter” foi fundada pelo sacerdote italiano Fortunato di Noto e desde 1995 promove, no dia 1º. de maio, um dia dedicado às Crianças vítimas da violência, contra a exploração, a indiferença e a pederastia.

Neste ano a jornada tem por lema “Crianças, levantem-se”. Vários membros da associação e o fundador estiveram presentes na Praça São Pedro para participar da Oração do Regina Coeli.

Como sabemos, em março de 2014 o Papa Francisco instituiu a Pontifícia Comissão para a tutela de Menores, com o fim de prevenir e castigar os casos de abusos sexuais contra menores cometidos por membros do clero.

Esta iniciativa foi anunciada em dezembro de 2013 e busca complementar e continuar com o trabalho iniciado pelos anteriores pontífices Bento XVI e São João Paulo II. Após vários episcopados foram elaborando protocolos para prevenir e atuar quando acontecerem estes casos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA