O governo colombiano e as FARC farão um acordo de paz histórico na próxima semana; a ocasião terá também a representação do Vaticano

O Secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin, irá à Cartagena de Indias, na Colômbia, no próximo dia 26 de setembro, por ocasião da assinatura do “Acuerdo Final para la Terminación del Conflicto y la Construcción de una Paz estable y duradera”.  Assim confirmou a Sala de Imprensa da Santa Sé, nesta segunda-feira, 19.

O Cardeal Parolin irá à Colômbia após participar em Nova Iorque de compromissos ligados à Nunciatura Apostólica e da abertura do 71º período de Sessões Ordinárias na ONU. No dia 24, o Secretário de Estado do Vaticano se encontrará com o Presidente colombiano Juan Manuel Santos, devendo viajar à Cartagena no dia seguinte.

Ao menos 13 Presidentes latino-americanos e Chefes dos principais organismos multilaterais confirmaram a participação na solenidade de assinatura do Acordo de Paz entre Governo colombiano e as FARC.

Entre os mandatários que confirmaram a presença, estão os Presidentes de Cuba, Raúl Castro – cujo país foi o anfitrião das conversações entre as partes – , da Venezuela, Nicolás Maduro e do Chile, Michelle Bachelet, garantes do processo de paz.

Também participarão os Presidentes do México, Enrique Peña Nieto; Guatemala, Jimmy Morales; Honduras, Juan Orlando Hernández; El Salvador, Salvador Sánchez Cerén; Panamá, Juan Carlos Varela; Costa Rica, Luis Guillermo Solís; Equador, Rafael Correa; Peru, Pedro Pablo Kuczynski; Paraguai, Horacio Cartes e República Dominicana, Danilo Medina.

O Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki Moon e o da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, também estarão durante a assinatura.

Também confirmaram presença a alta representante da União Europeia, Federica Mogherini; o presidente do Banco Mundial, Jim Young Kim; do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno.

A assinatura do Acordo colocará fim a 52 anos de conflito armado.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA