Milhares de pessoas compartilharam nas redes sociais a impressionante carta que um motorista de ônibus na Guatemala, cansado das chantagens que sofria, escreveu aos extorsores. A missiva foi encontrada junto com seu cadáver.

Mario López García tinha 62 anos e dirigia um ônibus da rota 70 na capital da Guatemala. Foi achado morto em sua casa na quinta-feira, 7 de julho.

Segundo informou o jornal ‘El Heraldo’, as extorsões a comerciantes e motoristas se tornaram uma prática comum no país. Há algumas semanas, as guardas de segurança da Guatemala capturaram 26 bandidos em 87 assaltos para desmantelar os bandos dedicados à extorsão.

A carta foi levada ao lugar do homicídio pelos matadores de aluguel. Em poucas horas esta viralizou nas redes sociais. Confira a seguir o que motorista escreveu:

“Deus é quem manda. Se Ele quiser você pode me matar, caso contrário, está perdendo o seu tempo.

Quero deixar bem claro: não vou te dar mais nenhum centavo. Ganhar dinheiro custa muito, eu me levanto às três da madrugada para ganhar 50 e às vezes 100 (quetzales, aproximadamente 13 dólares americanos) o dia inteiro.

E é um crime que eu mesmo te dê de presente essa quantidade de dinheiro semanalmente. E que horas você se levanta? E o que você faz a meu favor para merecer que eu te dê de presente o dinheiro que ganho com tanto sacrifício?

Sugiro que você se arrependa, talvez Deus tenha misericórdia de ti. Imagino que você já ficou milionário com tudo o que recebeu de todos os motoristas que praticou a extorsão.

Deste modo, porque você não se afasta e busca Deus? Sabe quantas mulheres deixaram viúvas e quantas crianças condenadas ao abandono, à fome, à desnutrição e à morte?

Antes que você mande alguém me matar, procura uma Bíblia e leia estes textos: Provérbios 3, Atos dos apóstolos 3,19; o livro de Efésios e o Evangelho de São João.

Repito, Deus é quem manda”.

Ver imagem no Twitter

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA