Suscitou confusão entre os fiéis um recente comunicado da Conferência de Bispos Católicos de Filipinas (CBCP) sobre a exortação apostólica Amoris Laetitia do Papa Francisco, o qual parece sugerir uma aprovação a dar a Comunhão aos divorciados em nova união “imediatamente”.

Em um comunicado publicado no dia 9 de abril, assinado pelo presidente da CBCP e Arcebispo de Lingayen Dagupan, Dom Sócrates Villegas, é solicitado que bispos e sacerdotes abram “os braços e deem as boas-vindas àqueles que permaneciam fora da Igreja devido a um sentido de culpa e de vergonha”.

“Quando nossos irmãos e irmãs que, devido a relações, famílias e vidas quebradas, permanecem timidamente do lado de fora de nossas igrejas – e de nossas vidas –, inseguros de que sejam bem-vindos ou não, vamos ao seu encontro, como o Papa nos pede, e lhes asseguremos que na mesa dos pecadores em que o Senhor Santíssimo se oferece como alimento para os miseráveis, sempre há espaço”.

“Oh maravilhosa realidade, que os pobres, os escravos e os humildes devem participar do Senhor”, escreveu o presidente da conferência episcopal filipina.

“Esta é uma disposição de misericórdia, uma abertura de coração e espírito que não necessita nenhuma lei, não espera nenhuma diretriz, nem espera indicações. Pode e deve acontecer imediatamente”, assinalou Dom Villegas.

Para ler a mensagem completa do presidente da Conferência de Bispos Católicos de Filipinas, em inglês, acesse este link:http://cbcpwebsite.com/Messages/amoris.html

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA