Homem armado matou 27 pessoas que participavam da celebração deste domingo na igreja batista de Sutherland Spring, no Texas

A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos da América condenou nesta segunda-feira, 6, o ataque a uma igreja batista de Sutherland Springs, que deixou 27 mortos e dezenas de feridos neste domingo, 5, no estado norte-americano do Texas.

Em mensagem, o presidente da Conferência estadunidense, Cardeal Daniel DiNardo, deixou, em nome de toda a Igreja Católica no país, uma palavra de solidariedade e oração a todas as vítimas, familiares das vítimas, às autoridades locais, à comunidade cristã atingida e a todos os habitantes de Sutherland Springs.

“Estamos convosco nesta hora de terrível violência, nesse solo sagrado, manchado por toda esta violência horrível”, afirmou Dom DiNardo. Para o cardeal, esta incompreensível tragédia deve levar a sociedade e os seus responsáveis a uma atitude mais efetiva contra a cultura de morte.

“Temos de perceber de forma determinante que este se trata de um problema fundamental da nossa sociedade. Uma cultura de vida não pode tolerar, mas sim evitar esta violência armada sem sentido, em todas as suas formas”, afirmou cardeal DiNardo.

A morte de 27 pessoas, com idades entre os 5 e os 72 anos, representa, segundo as autoridades norte-americanas, o maior massacre da história do Estado do Texas.

O autor foi identificado como sendo Devin Kelley, um antigo militar de 26 anos.

Comentários

LEAVE A REPLY